segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Azamboada!



Ainda meia atarantada neste mundo que é trabalharmos para nós. Não há quem nos grite, não há quem nos mande fazer horas extras e nos tire folgas e nos desconte aqueles dias que estivemos a tomar conta da filha que estava doente em casa.... Mas em compensação há aquela sensação estranha que tudo depende de nós, não nos podemos atrasar a dar uma resposta, não nos podemos esquecer de nada, temos que ter tudo na cabeça e na ponta da língua, e pensar, pensar, pensar, aconselharmo-nos com quem sabe, não ter medo de pedir ajuda... ufffa!!! Mas vai correr bem, pois vai?


Sem comentários:

Enviar um comentário