domingo, 25 de agosto de 2013

Asneiras


A Isabelinha está mesmo a ficar crescida. Perspicaz, com um sentido de humor muito apurado, mas imensamente asneirenta. Dá cabo da paciência de um santo às vezes... São parede pintadas, documentos recortados, documentos cheios de corrector, canetas estragadas, livros riscados, pastilhas elásticas no sofá... enfim... Não sei bem o que hei-de fazer, às vezes apetece-me bater-lhe, outras vezes, só pela cara que faz...esqueço tudo e acho que é assim que vale a pena. E o nosso lema é:

Eu- Adoro-te imenso filha
I  - E eu milhões
Eu - E eu infinitos
I - Não vou a lado nenhum

Vale tudo e por tudo!

Sem comentários:

Enviar um comentário