quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Saudades!


Ao ir a casa à hora de almoço e ver a minha filha e ter um abraço muito apertado, e alegria de me ver ser imensa, estou bem mais calma. Gostava de poder ter a posibilidade de passar o dia inteiro agarrada a ela, como quando ela tinha poucos meses... e sentir o cheirinho dela e a respiração mesmo aqui, em cima de mim.. A minha pequenina cresceu, vai continuar a ser o meu bebé, mas na verdade, de bebé, tem muito pouco.. que saudades!..

Grrr

Hoje não estou boa, estou imprópria para consumo, e já estou a avisar que o melhor é não se meterem comigo. Mordo.
Além do mais está um dia cinzento o que não ajuda ao ânimo e a minha filha está em casa e eu aqui!...
Man... isto hoje está dificil...

Parabéns!...




À minha irmã que hoje é bebé! :)
Eu sei que não gostas de cor-de-rosa, mas eu adoro...Toma este ramo de flores para pores em água fresca..

terça-feira, 28 de agosto de 2012

whish

E agora...pufff!! Toda a gente se transformava em abóbora... e eu ficava sossegadinha!

Dear Santa!

Ok. Estamos em Agosto, eu sei, mas para pedir e sermos os primeiros, aqui vai um ds meus desejos para este Natal... Santa Baby...


Please!

Cof! Cof!

Shoes

Hoje tenho calçados umas sandálias iguaizinhas às desta menina!... :)

Já comi!

Ao pequeno almoço:

Eu: Vá Isabelinha, come..
Isabelinha: Não quero mais.
Eu: Só mais um bocadinho, vá lá, para cresceres e ficares muito grande!
Isabelinha (com um ar muito zangado): Mas eu já comi tudo na escola amanhã!!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O poder da música!#28


Hoje estou saudosa, estou "home sick". Aqui vai uma da minha maravilhosa cidade.

...

Não me apetece, pronto!


Hoje estou com aquela sensação de primeiro dia depois de férias. Imenso trabalho e vontade de o fazer inferior a nenhuma, o que me parece horrivel porque eu devia era respirar fundo e trabalhar trabalhar trabalhar como se não houvesse amanhã. Juro que estou a tentar fazer isso, mas não estou a conseguir, quer dizer, respirar fundo, felizmente, ainda consigo, agora trabalhar com destreza e rapidez é que... nem por isso.
Mas tenho fé. Tenho fé que a coisa melhore, lá mais para a tarde... ou assim..

Outra vez...

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Estou a salivar..



E salivar não é bom, diz que os sucos e essas cenas e o coiso do estômago não gostam, portanto
agora, para sobremesa, um mega super gigante chocolate... Nham nham... Não?...Por favor?.. Alguém?

A horta!


Estou preocupada com a minha horta. Sim, a horta. A verdade é que eu e a Isabelinha semeamos, mangericão, tomilho, salsa, coentros, alface e couves, e já há algumas semanas que comemos coisas de lá, mas não é que os cabr@oes dos pássaros comem-nos as couves todas?? EStão todas todas bicadas e vai-me aos nervos de uma maneira que não tem explicação.
Agora... ou um espantalho ou umas estacas com uma fita ou asim... ou então por mesmo lá alguém de plantão para os gajos se manterem longe das minhas couves já todas rendilhadas pelos ditos cujos... Que me enervam!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Pardon my french!..

Chega!

Estava tudo a correr tão bem, mas tão bem... Agosto, cacimbo molhado, música boa, boa disposição, muita gargalhada, o trabalho a fluir maravilhosamente bem e... PIMBA! Toma lá uma traulitada que isto de estar bem disposta não pode ser, era o que mais faltava. Não está certo. Não aguento as pessoas que se aproveitam das "fragilidades" dos outros para tudo em prol do seu bem-estar... Não está certo mesmo. E depois há pessoas tão burras... que não percebem que teem fragilidades e caem SEMPRE, sempre.. Estou farta de ver isto, a sério que estou!!

É importante!

Chuva!!



Hoje chove. Está escuro como breu, mas, estranhamente, está a saber-me bem ver o tempo assim, não sei sei é por me fazer lembrar da terrinha ou se, por outro lado, há alguns meses que não via chuva (desde que vim de Portugal em Maio) que agora até fiquei emocionada. Não sei. Mas a verdade é que é bom olhar lá para fora, e estar aqui, sossegada, a trabalhar e a ouvir a minha música... hummmmm

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Tipo... agora!

Enfim!


Pois que por aqui está-se muito bem. Em minha casa, as paredes estão a levar com martelos pneumáticos, as casas de banho, igualmente, o que faz a coisa bastante agradável e gira. Está kitch, buracos, tubos, cimento cola, bombas, pressostatos (nem sei se é assim que se escreve), uma maravilha. Estamos com uma instalação digna de cobrar bilhete à entrada. E agora perguntam-me vocês, " Mas oh Ana, essa não é a casa para onde te mudaste há pouco mais de uma mês?" Ao que eu respondo: É, exactamente essa, e vocês continuam "Então o que se passou?" e eu digo-vos: Passou-se que a água aparace em todo canto e esquina , ela pinga no escritório do Eduardo, ela pinga na cozinha, como que por artes de mágica nasce numa parede, enfim, a rambóia total da água, dos tubos e dos esgotos. Vai daí, estão lá um monte de pesssoas a tentar resolver o problema, mas ao mesmo tempo que o fazem destroem a minha bela casinha. Humpf!!

terça-feira, 21 de agosto de 2012

O poder da música!#27



Só mais um bocadinho... :)

Precisamente!

Anês!



Às vezes dá-me ideia que falo anês! Falo aquela linguagem que para mim é clara, simples, para os outros é pior que mandarim. Não entendo. E claro, anês, vem de Ana, e classifiquei-o assim como sendo, então, o meu próprio dialecto.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

:)

Quero festa!


Apetece-me uma festa! Daquelas que se compram vestidos, os mais bonitos que encontrarmos, daquelas em que os sapatos ficam a condizer e a clutch a terminar o outfit. Apetece-me daquelas festas que se abusa de maquiagem e temos os cabelos imaculadamente penteados, daquelas em que bebemos aperitivos com  muito cuidado para não ficarmos já sem batom, daquelas que estão carregadas de gente bonita, e que se ouve música, e que se dança, e que se come, sempre coisas boas... Daquelas festas que encontramos gente que já não viamos há séculos ou que conhecemos pessoas interessantes, mais o novo namorado da prima divorciada, e a amiga dela, que afinal também conhece o Zé Pedro, ou outras gentes.
Apetece-me uma festa! Com pessoas bonitas. Com animação. Com martinis. Daqueles, que normalmente há sempre um par de sapatos um pouquinho mais confortávelç para se trocar na hora de dançar. E que se dança. Horas. Bolas. Apetece-me mesmo uma festa.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O amor é diferente!

Li isto algures na blogosfera e tive que partilhar:
"Os amantes de hoje preferem a droga mais leve, o tabaco mais light ou o café descafeinado. Já ninguém quer ficar pedrado de amor ou sofrer de uma overdose de paixão. As emoções fortes são fracas e as próprias fraquezas revelam-se mais fortes. Os amantes, esses, são igualmente namorados da monotonia e amigos íntimos da disciplina. O que está fora de controlo causa-lhes confusão, e afecta-lhes uma certa zona do cérebro, mas quase nunca lhes toca o coração. O amor devia ser sonhado e devia fazê-los voar; em vez disso é planeado, e quanto muito, fá-los pensar.


Sobre o amor não se tem controlo. É um sentimento que nos domina, que nos sufoca e que nos mata. Depois dá-nos um pouco vida. No amor queremos viver, mas pouco nos importa morrer e estamos sempre dispostos a ir mais além. Deixamo-nos cair em tentação, e não nos livramos do mal, embora procuremos o bem. No amor também se tem fé, mas não se conhecem orações: amamos porque cremos, porque desejamos e porque sabemos que o amor existe. Amamos sem saber se somos amados, e por isso podemos acabar desolados, isolados e deprimidos. Que se lixe! O amor não é justo, não é perfeito; no amor não se declaram sentenças nem se proferem comunicados. O amor prefere ser imprevisível, cheio de riscos e de fogo cruzado. No amor os braços não se cruzam, as palavras não se gastam e os gestos servem para o demonstrar. Amar também é lutar, e enfrentar monstros fabulosos com cabeça de leão, corpo de cabra e cauda de dragão. É uma ilusão, um sonho, um absurdo e uma fantasia. O amor não se entende, não se interpreta, não se discerne nem se traduz. Quem ama acredita, mas não sabe bem porquê, não sabe bem o quê, nem percebe bem como."



quarta-feira, 15 de agosto de 2012

;)

Reminder

Quando fores às compras ao supermercado não vais de saltos altos. Quando fores às compras ao supermercado nao vais de saltos altos. Quando fores às compras ao supermercado não vais de saltos altos. Quando fores às compras ao supermercado não vais de saltos altos.Quando fores às compras ao supermercado não vais de sapatos altos. Quando fores às compras ao supermercado não vais de saltos altos. Quando fores às compras ao supermercado não vais de saltos altos. Quando fores às compras ao supermercado não vais de saltos altos.
SÓ PARA VER SE PARA A PRÓXIMA NÃO ME ESQUEÇO.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Não gosto!



Não gosto que façam de mim parva! Detesto! Não gosto de fígado nem de sardinhas, não gosto de sapatos de plástico, não gosto de piscinas públicas, não gosto de discutir, não gosto de me sentir impotente, detesto ver a minha filha doente e detesto ter saudades. Não admito que me tratem mal e não gosto de falta de civismo nem de petulância, não gosto de arrogância nem de gelados de limão, não gosto de unhas de gel nem de perucas, não gosto de gin, nem de whisky, não gosto de rum e também não gosto de pepsi. Odeio cigarros e charutos, não gosto de não ter tempo para fazer o que quero. Detesto pessoas que gritam e que se acham, odeio falsas modéstias e pancadinhas nas costas antes de levar com o punhal. Não gosto de sentir frio nem de ter os pés apertados. Não consigo usar luvas  a não ser que seja na neve e detesto ter que fazer a depilação a cada 3 semanas. Não gosto de ter manchas na cara e detesto não ter jeito para arrajar as minhas próprias unhas. Não gosto de maus cheiros nem de falta de higiéne e detesto não gostar de tanta coisa.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012


O tempo aqueceu, o céu está mais azulzinho, a coisa parece estar a compor-se, estamos quase a fazer a festa "Bye Bye Cacimbo", com direito a dress code e tudo!.. (Isto sou eu a dizer).. Adiante!
Como eu e a Isabelinha estamos por nossa conta que o pai só chega lá para segunda-feira, este fim de semana parece-me que vai ser inteiramente dedicado a mimos, beijos e abraços, brincadeiras e pés decalços, o que me parece uma muito boa ideia., só ainda não decidi se vamos à praia dar mais uma demão no bronze, ou se, por outro lado, ficamos sossegadas em casa a tratar do nosso jardim... Sem stress, logo decidirei. Para já, embora com vontade menos que zero a tender para menos infinito, vou por mãos à obra, que a pessoa é paga mas é para trabalhar.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Sou capaz...


Isabelinha - Mãe, dá-me um chocolate, por favor!
Eu- E Vais-te portar bem quando eu te fizer o curativo?
Isabelinha, de dedo em riste : Sou capaz de chorar um bocadinho.

Enfim..


Desculpem lá, mas há gente tão incrivelmente surpreendente pela negativa!! Como é que é possivel, que, só depois de algum tempo de convivio perceberes que se tratam de pessoas doentes, mesmo, patológico à séria!... Damn!

Juro que ouvi isto!# 18

"... Isso são conversas desarrazoadas!"

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

:)

Quero!

Whaaaa?



Já ando há uma semanas para falar de uma coisa que me apoquentou. E não foi pouco. Estava eu sossegada, a almoçar na minha casotinha de Luanda a ouvir as notícias do país de origem e passei-me da cabeça.. Está Portugal a arder? Hectares e hectares de floresta envoltos em cinzas e labaredas? Pessoas com as suas casas ameaçadas? Estamos com a taxa de desemprego mais elevada de sempre? A criminalidade e a violência aumentaram vertiginosamente? ISSO NÃO INTERESSA NADA! O que interessa, e que foi notícia de Telejornal, com direito a entrevistas aos intervenientes, foi que o senhor presidente do Governo Regional da Madeira, se engasgou enquanto comia uma qualquer iguaria lá da terra, e, se não fosse um bombeiro que estava presente "ter sangue frio", sua eminência podia ter morrido.
E eu achei bem, achei que sim senhor, são estas as notícias que todos queremos saber, e que na verdade nos interessam.

Nós e as cores


O dia acordou cinzento, como aliás, tem sido hábito desde que cheguei. Diz-se que é normal, que é cacimbo então é "frio" e cinzento...
É engraçado classificarmos pequenas coisas do nosso dia-a-dia (sim, eu sei que já não se usam hífens, mas me perdoem, não consegui, ainda, aderir ao novo acordo ortográfico, que, honestamente, acho inacreditável), com cores, como por exemplo "Tem sonhos cor-de-rosa" (cá estão eles, os hífens), "Ai estás com ar amarelado!"  e muito mais coisas que agora não me lembro até porque hoje, o tico e o teco estão a descansar, estavam estafados, pronto, que isto de ir de férias dá cabo dos neurónios. Ah pois.
Pois eu hoje descrevia-me como um zombie, também acizentado, cabelo d'oiro, e todo um ar.... azul. Sim, acho que hoje estou azul.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

O poder da música! #26



Deixo esta boa onda... tão boa onda!!

É que era!

zzzzz



Não sei o que se passa, estou com tanto sono, mas tanto sono, que parece que os meus (2) neurónios precisam de choques eléctricos para reagirem. Estou com tanto sono, mas tanto sono que só de pensar em tudo o que tenho de fazer já quase que babo o teclado., até porque na verdade não estou a conseguir pensar. E depois clarto, estou com tanto sono mas tanto sono que queria escrever um texto a roçar o espetacular e o que sonsegui, foi pura e simplesmente isto... Sem classificação.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

...

Queria..


Apetecia-me presentes!! Montes de presentes...please? Anyone?... Pai??...

E pronto!


Voltei, voltei, voltei de láaaa... Ainda ontem estava na Tuga e agora já estou cá!
E foi um arzinho que se lhe deu, as férias passaram num ápice. Esteve-se bem, o tempo melhorou, ainda deu para algumas brincadeiras, horas de sol e de mar (do nosso), o bronze cá está, não tão maravilhoso como em anos anteriores, mas não me posso queixar.
Agora cá estou, sentada na cadeira de sempre, com o mesmo computador de sempre, com as toneladas de trabalho do costume.
Para mim, a parte pior destas férias foi não ter tido tempo para estar com amigos, não ter tido tempo para esmiuçar conversas com os meus pais, com os meus irmãos, sobrinhos, cunhadas... Mas a verdade é que não se pode ter tudo e desta vez a prioridade era, definitivamente, a familia pipoca toda junta, pela prmeira vez desde há 2 anos.