quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Do cabelo!

O meu cabelo está completamente aniquilado. Passou o limiar do razoável há um bom tempo, mas como não gosto de o cortar ou arranjar aqui, ando em figuras menos próprias até chegar a Portugal e ir ao cabeleireiro de sempre.


Está assim uma mistura de fio de pesca com fio do norte, super comprido, todo o dia emaranhado e com direito a bocas do meu marido do género:
“Vais sair assim? Esqueceste-te de pentear!” ao que eu respondo “Eu penteei-me” e oiço “Mas então às vezes penteias-te mais!” e isto, claro, vindo da boca de um senhor que deve andar penteado 2 vezes por ano. Não me parece razoável. Mas a verdade é que o raio do cabelo está indomável, só se eu o secasse e esticasse com o secador bem em cima do cabelo é que a coisa ficaria melhor, mas com este calor, se me ponho a secar o cabelo tenho que ir tomar outra vez banho a seguir.

Resta-me então esperar que hajam melhores dias de cabelo ou que a ida ao cabeleireiro seja bem rápida!

Sem comentários:

Enviar um comentário