terça-feira, 30 de agosto de 2011

Mosquitos

Eu acho que os mosquitos aqui devem ter vidas extras! Juro! Nunca vi nada assim. Pois que pelas 5 da tarde de todos os dias são trocadas as pastilhas ezzalo dos difusores, todos os dias, a seguir a este procedimento, cada compartimento de casa, excepto a cozinha (por razões óbvias) é inundado com spray anti mosquitos, no quarto da Isabelinha tem rede mosquiteira por cima da cama (as outras redes mosquiteiras estão algures no meio do oceano atlântico), e não é que mesmo assim, há sempre mosquitos??
Eu não quero crer! Às vezes chegamos a casa e passado pouco tempo ouço a Isabelinha "Mããããããe está aqui um moxico" e lá vou e PRÁS, esmago o gajo. É que a criança é alérgica às picadas destes palermas!! Depois estou a jantar e levanta-se o Eduardo a correr, pega numa revista (a única que temos em casa, uma CARAS Angola com mais de 3 semanas e em que todos os personagens já têm óculos e bigode) e... PRÁS, esmaga o gajo. Antes de me deitar, ando eu com uma t-shirt na mão a calcorrear todo e qualquer pedaço de parede, de tecto, de janela a ver se vejo algum, passada a revista lá me deito tranquila porque afinal não há mosquitos.. MAS NÃO, há sempre um cabrão que se esconde e que eu não o vejo porque precisamente quando estou a começar a cair em sono profundo, o cabrão vem zumbir para os meus ouvidos e vai de me levantar, agarrar qualquer coisa e ver se esmago o gajo!!! Isto não está certo!!! Quero dormir descansada e não há nada que faça que extermine completamente estes cabrões!!! É que estou mesmo chateada!!

2 comentários:

  1. É medonho. Por isso é que quando ouço as pessoas completamente deslumbradas com "África", respondo invariavelmente: Obrigado, já tive a minha dose e prefiro ver na televisão os "safaris" do National Geographic.

    ResponderEliminar