terça-feira, 31 de maio de 2011

Os lugares e as gentes

Hoje tive que ir à loja do cidadão! Duas vezes! Sim, que isto para ser mau é mau a sério! Lá fui eu com a minha filha e o meu neto (o coelhinho branco que ela resolveu que queria levar!). Não é que estivesse muita gente, que não estava, mas ele era senhoras desdentadas, rabos gigantescos (sabes daqueles que devem ser confortáveis para estar sentados?), chinelos de dedo com dedos, bem... com dedos inacreditáveis, unhas fluorescentes, loiras platinadas, body builders, camisolas de cavas, tatuagens tribais e Tatianas e Fábios, cheiro a próximo... E há uma coisa que odeio, juro que odeio, é que toquem na minha filha , pá, não gosto! E la vinham "Atom? Como te chámas?", "Ele é o Ruben bai brincar mais ele", "Olha, ánda cá, deixa eu ber os teus olhos", " Ai que princesinha, tu tens um gatinho?" Pá... para já era um coelho, bem giro, por sinal, depois deslarguem a minha filha que eu fico possuida pelo demónio...

Sem comentários:

Enviar um comentário