sábado, 20 de novembro de 2010

Das saudades

Ele já foi. Para outro continente. Para outro clima.
Aqui faz frio, chuva, vento, lá está sol e calor.
Aqui não há muito para fazer, porque sair de casa implica levar com água pela cabeça abaixo, correr atrás do chapéu (chapéu mesmo, não é guarda-chuva), pisar uma poça de água e ficar com os pés molhados e claro, ficar com o cabelo numa desgraça.
Estamos em casa dos meus pais, eu e a Balélo, cada uma com 4 camisolas e gorro sempre ansiosas pela mensagem no telemóvel "skype" para irmos a correr ligar o dito e vê-lo por uns minutos e por uns momentos esquecermo-nos das saudades.
Ele é engraçado, ele é meigo, ele é amigo, ele é... Maravilhoso e eu gosto tanto tanto tanto dele...
Tenho saudades... MUITAS!

1 comentário:

  1. Que lindo MEU AMOR, estou de facto noutro continente mas não consigo sentir-me longe!
    Sempre pensei que biocumputação eram computadores onde corriam alguns fluidos organicos ... mas não, isto é que é BIOCOMPUTAÇÃO porque articula o funcionamento do nosso coração com os bites e os bytes que voam wireless entre continentes!

    ResponderEliminar