sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Sou uma assassina de peixes!

Estou com a minha alma numa negrura só! Mesmo! Então não é que há um ano atrás, mais coisa menos coisa, resolvemos comprar 2 peixinhos para termos cá em casa, um dourado e o outro preto. E foi muito giro. As meninas adoraram e a minha filha que começava a dizer as primeiras palavras delirava e até queria comer a olhar para os peixinhos. E pronto. A verdade é que, com o passar do tempo, todos foram perdendo o interesse pelas ditas criaturas. Eu tinha o cuidado de lhes dar comidinha e volta e meia mudávamos a água. E eramos felizes e assim. Até que, há mais ou menos 2 meses atrás fui mudar a água ´do aquário e 2 dias depois, quando cheguei a casa depois do trabalho, o peixinho dourado boiava de barriga para cima, estava, portanto, morto, finado! Confesso que fiquei assim incomodada, mas apressei-me a pôr o bicho pela sanita abaixo. E lá foi ele coitadinho.
O preto aqui ficou, sozinho, sossegadinho, ali às voltas no aquário... Entretando lá lhe mudei a água e passados uns dois dias "dei com ele" (adoro esta expressão) muito paradinho, sem mexer uma barbatana que fosse e lá bati no aquário, e o rapaz vai de nadar como se não houvesse amanhã. Espectáculo, pensei eu, foi falso alarme, mas a verdade, é que, desde então vejo o animalzito a lutar, juro!! Ora está de barriga para cima a boiar qual finado, ora está de ladeiro a tentar manter-se direito... fico triste! Coitado, nem o peixe morre e nem a gente almoça e está ali a sofrer... Mas para que é que eu lhes mudo a água??? É que mato-os!

2 comentários:

  1. Olha lá, porque é que toda a gente põe os peixinhos mortos na retrete?
    Vem nas instruções?
    É alguma convenção social que alguém se esqueceu de me ensinar?

    ResponderEliminar
  2. Olha, sei lá... Acho que é um "modos operandi" mais ou menos generalizado... Vá-se lá saber porquê!!!
    Tens outra ideia??

    ResponderEliminar