segunda-feira, 25 de outubro de 2010

E ainda o peixe

E a saga continua.
O peixe ainda não morreu, mas também já não está exatamente vivo, a verdade é que passa o dia a serenar virado de barriga para cima e só se mexe se lá vamos falar com ele. Ora isto é uma grande chatice... passo a vida a pensar "pronto, é agora, lá vou eu por o desgraçado sanita abaixo", mas não, ainda não. As pessoas que cá vêm a casa, as visitas dizem "olha, acho que o vosso peixe... foi-se" e nós já nem olhamos para o aquário, dizemos "não foi nada, dá uma pancada no aquário que ele mexe". E rimo-nos.
Só que não tem piada nenhuma, é que ainda por cima tenho que lhe mudar a água outra vez e nem tenho coragem porque das duas uma, ou o mato num ápice ou continua ali... moribundo, sem dar o último suspiro!.. Neste caso o último.. "coiso" que o gajo não suspira ,limita-se a respirar pelas guelras, mal, é certo, mas vai indo...
E neste caso? Será legal morte assistida?
 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico, que, para que saibam não concordo nada e acho uma grandessíssima e enormíssima anormalidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário