segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Balélo

Pois! Eu sei. Já devia ter vindo aqui pelo menos para dizer que o peixe preto dos olhos esbugalhados continua aqui, às voltas no aquário... Ora de cabeça para cima, ora de cabeça para baixo, mas lá vai andando! Ufff Safei-me desta!
A verdade é que ainda não me habituei a este estaminé, ainda não lhe tomei o gosto... às vezes nem me lembro que ele existe, o que é triste, coitadinho... mas devagar devagarinho há-de começar a fazer parte da minha rotina diária e vai ser a loucura... ou então não... mas vamos finalmente ao que interessa: A MINHA FILHA, sim, essa lindezura, tem quase 2 anos e está naquela fase que repete tudo o que ouve, faz ziliões de asneiras e tem o seu próprio dialecto, por exemplo se lhe perguntarmos:
- "Como te chamas?", ela responde
- Balélo
- Não filha, Isabel
- Balélo
- I-sa-bel
- Ba-lé-lo

... Quer dizer, é que nem se parece um bocadinho com Isabel... Nada. Rien... mas que é giro é!

Sem comentários:

Enviar um comentário